UMF Brasil 2011

Ontem (3), rolou a segunda edição do Ultra Music Festival Brasil, no Sambódromo do Anhembi, em São Paulo. Apesar de dizerem que é a primeira vez que ocorre nos moldes idênticos aos da festa americana, no ano passado também aconteceu e, sinceramente, o line-up estava bem melhor.

Confesso que apesar de fraca, a programação dessa edição me atraiu muito mais, também não era para menos, New Order era o headline da noite.

Na década de 80, a banda inglesa foi revolucionária ao misturar rock com batidas eletrônicas e muito sintetizadores, principalmente num país que respirava punk. O grupo, que foi formado com os integrantes remanescentes do Joy Division, trouxe um frescor à cena musical inglesa, sendo os precurssores do movimento conhecido como pós-punk. Na verdade, essa difusão do rock com sons eletrônicos, até hoje, depois de mais de duas décadas, mostra-se muito atual.

Vamos ao que interessa.

O UMF teve  vinte e três atrações, divididas em duas arenas diferentes. A edição atual começou devagar e estava muito mais vazia que a do ano anterior, na Chácara do Jockey, pelo menos até o final da tarde. O festival só encheu mesmo à hora do show do New Order (22h).

New Order

Com problemas de som  – microfone e guitarra muito baixos em relação aos outros instrumentos – , principalmente nas primeiras músicas, a banda inglesa fez um show curto, aliás, muito curto. Apesar de apresentações em eventos desse tipo terem como característica serem mais enxutas, os britânicos exageraram, foi menos de uma hora. Para quem estava esperando ansiosamente para vê-los tocar, depois de ter perdido o último show do grupo no Brasil em 2006, e assombrado pelo temor de nunca mais assistir à banda (brigaram, terminaram e voltaram recentemente, mas sem o baixista Peter Hook, e ainda não se sabe até quando), foi um balde de água fria. Músicas como “Regret”, “Brutal” e a mais recente, “Hellbent”, ficaram de fora do curto set-list, que marca o lançamento do álbum Total. Bom, mas apesar de tudo, New Order fez um show competente. Bernard Sumner, vocalista e guitarrista, foi simpático e parecia feliz  por estar de volta ao Brasil. E cá para nós, poder ouvir “Temptation” ao vivo (uma das minhas músicas favoritas da vida), foi sensacional.

New Order

Uma das atrações que mereceram destaque foi Mixhell, formada pelo ex-integrante do Sepultura Igor Cavaleira e sua esposa,  Laima Leyton. O som que começou chato foi melhorando, na mesma proporção que a bateria de Cavaleira foi ganhando destaque no set do casal. Igor ainda fez uma participação especial no final da apresentação do duo canadense DFA 1979, que fez um show pesado e cru, mas que atraiu muita gente para o palco alternativo do UMF.

Mixhell

DFA 1979

Soulwax, que se apresentaram logo em seguida ao Mixhell, no palco principal, também deram um show à parte, aliás, as baterias foram as grandes protagonistas nessas duas apresentações. O grupo belga, que também mistura rock, punk e eletrônico, fez um show interessante, deixando claro que o tipo de som que New Order ajudou a popularizar ainda pode ser muito inovador.

Soulwax

Uma das atrações mais esperadas da noite foi Swedish House Mafia, composta pelos DJs Axwell, Steve Angello e Sebastian Ingrosso. Esses já entraram no palco  com ares de “Super Stars”, com direito a cortina caindo na entrada do show. Apesar de previsível, o trio fez uma apresentação bacana e que ajudou a espantar o frio atípico que estava na cidade de São Paulo, em pleno mês de dezembro.

Swedish House Mafia

O festival encerrou com as apresentações de  2 Many Djs, na arena alternativa, e Life is a Loop, no palco principal. E se para muitos a programação não irá deixar saudades, para mim, só deixou com gostinho de quero mais do New Order. Quem sabe “as crianças” param de brigar e voltam para o Brasil com um show completo e com sua formação original idem?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s