“The Grand Finale”

Pois é, chegou ao fim o último dia do festival. Confesso que estou com um aperto no coração, afinal não é sempre que se tem a oportunidade de vivenciar esse “universo paralelo” que é o Bestival. Muitos, antes do sol raiar, já tinham desmontado acampamento, mas houve vários que decidiram ficar. Que bom, afinal de contas o show ainda não tinha acabado!

último dia do Bestival

camping já esvaziando

último dia do Bestival

Robin Hill Park

Meu dia já começou muito bem. Peguei carona com um simpático e animado casal, Stuart e Lizzy, que estavam hospedados na mesma pousada que eu. Resumindo, ficamos amigos e acabei passando o domingo inteiro com eles e com a turma de amigos da dupla, amigos esses que estavam acampados. Apesar de os ingleses serem mais fechados e não fazerem questão de conhecer pessoas novas, se você tem a oportunidade de ser “apresentado” para turma, eles o recebem muito bem e fazem questão da sua companhia, aliás, muito educados por sinal. Segundo a teoria de um amigo, o problema não é de estar interessado ou não em conhecer novas pessoas, mas é que eles estão mais preocupados em beber (e como bebem!).

Stuart (mais alto) e Lizzy (de vermelho)

Katy comemorando seu aniversário no Bestival

O último dia do festival, que também marca o fim dos festivais de verão na Inglaterra, foi começando devagar, com um “quê” de ressaca, nostalgia e muita gente indo embora. Algumas pessoas ainda insistiam em continuar fantasiadas, e os que ficaram, aproveitaram as atrações do domingo, que teve um clima mais alternativo. Passaram por aqui a talentosa banda americana de indie rock The Drums (que acabou de lançar o segundo e ótimo álbum, Portamento), Kelis,  Maccabees, a cantora Robyn  – com seu som eletrônico e aparência típicos dos anos 80 –  a banda inglesa de indie folk Noah & The Whale – que lotou a tenda Big Top -, os DJs Fat Boy Slim e Shadow e, como headline do último dia, a excêntrica cantora islandesa Bjork. Respeito e admiro a cantora da “terra do gelo” por tudo que ela representa e por seu talento incontestável, mas pouco vi do excêntrico (ao extremo) show. Confesso que foi muito para mim. Quando o telão mostrou uma célula fazendo mitose, enquanto ela entoava uns sons indecifráveis, percebi que era hora de dar tchau para cantora.

galera indo embora do Bestival

domingo de ressaca

público ainda fantasiado

último dia de festival

inglês curtindo o último dia do festival

grupo de amigos ainda fantasiados

Robyn tocando no Main Stage

apresentação do Noah & Whale, na tenda Big Top

último dia do Bestival

grupo de amigos curtindo o último dia

casal inglês

lama tomou conta no último dia

público na tenda Big Top

 O final do Bestival foi marcado com queima de fogos de quase 10 minutos e pela empolgação do público que afirmava ser o melhor e mais divertido de todos os festivais da Inglaterra. Os ingressos para a próxima edição, que começarão a ser vendidos no próximo dia 23 de setembro, serão esgotados rapidamente. Alguém duvida?

galera curtindo o festival

queima de fogos

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s